Jovens do DF participam de diplomação no TRE-DF

Na edição deste ano, 30.974 alunos participaram dos programas Eleitor do Futuro e Políticos do Futuro.

Diplomação Eleitor do Futuro DF

Na manhã dessa quinta-feira (23), aconteceu a diplomação dos programais sociais do Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF). Iniciado às 9h30, no Auditório do TRE-DF, o evento contou com a presença de mais de 250 participantes. Na ocasião, alunos e professores puderam contemplar os vencedores dos programas Eleitor do Futuro e Políticos do Futuro.

Desde o seu surgimento, em 2004, até hoje, 255.770 jovens participaram desses programas. Neste ano, foram 30.974 alunos participantes. Desde março deste ano, 50 instituições de ensino participaram das atividades, sendo 15.691 alunos do Módulo Anos Iniciais e 8.162 dos Anos Finais. Resultado da assinatura de um novo acordo com a Secretaria de Educação do Distrito Federal, no dia 18 de outubro, o Programa Políticos do Futuro contou com a participação de 7.121 alunos do Ensino Médio neste ano.

A mesa foi composta pelo Presidente do tribunal, Romeu Gonzaga Neiva, pela Vice Presidente Carmelita Brasil, pelo Diretor da Escola Judiciária do DF Carlos Rodrigues e pelo Subsecretário de Educação Básica do DF, Daniel Damasceno Crepaldi. Também esteve presente o Desembargador Substituto Flávio Britto e Adisson Leal, da Escola Judiciária Eleitoral do TSE.

Após a composição da mesa, o hino do Brasil foi executado ao violino por um aluno Jafson Kyltter, do Centro de Ensino 1 do Cruzeiro. Em seguida, o Presidente Romeu Gonzaga Neiva falou sobre os programas sociais do TRE-DF e lembrou a importância da votação: “Tenhamos sempre em mente que o voto que cada eleitor emite é inegociável. É um direito, uma ferramenta que cada cidadão tem de expressar a sua vontade e de influir na escolha daqueles que vão administrar os nossos interesses.”

Daniel Damasceno, Subsecretário de Educação Básica do DF, falou sobre o papel dos participantes dos programas para a melhoria do futuro do país: “Os eleitores do futuro têm uma missão que não é só ser bom eleitor no futuro, mas também bom cidadão agora. É, ainda, convencer pessoas − seus pais, tios e avós − a serem melhores eleitores a partir de agora. Então vocês são um exército para salvar o Brasil dessa cilada política em que se encontra hoje.” Acerca da importância desses projetos, o subsecretário afirmou: “Programas como esses são essenciais para colocar na cabeça de cada um a importância de se participar de um processo eleitoral decente.”

O Diretor da Escola Judiciária Eleitoral do Distrito Federal, Desembargador Carlos Rodrigues, falou sobre as competências da Justiça Eleitoral e ressaltou a importância dos jovens na transformação do futuro político do país “Vocês são o futuro. Vocês poderão, desde já, ter consciência daquilo que afeta a nossa geração  e fazer a diferença. Vocês podem fazer a diferença para a nação que desejam ver construída. São vocês que amanhã estarão nos postos de comando da nação.” O diretor relatou ainda que a Unicef possui interesse em levar essa experiência para o mundo e falou que gostaria de viver mais 50 anos para diplomar os alunos presentes no futuro, não mais em uma situação meramente simbólica, mas em eleições de verdade.

O professor do CEF nº 3 Arnulfo Gomes foi orador das turmas do Módulo Anos Finais. Ele falou sobre a evolução do programa e ressaltou a importância da parceria com a Justiça Eleitoral do DF: “Agradeço a parceria que o TRE-DF realizou com as escolas.” Ele lembrou que foi a primeira vez que muitos alunos puderam ver uma urna eletrônica de perto.

Antes da entrega dos diplomas, alunos do Centro de Ensino Fundamental 03 de Sobradinho apresentaram a dança Coco de Roda, sob a orientação da professora Natézia Cândido Ferreira. A estudante do 7º ano Dandara Almeida (13) falou sobre a experiência de dançar no tribunal: “Eu me sinto super nervosa porque eu nunca dancei aqui. Mas acho que vai ser muito legal essa experiência. A aluna falou sobre a formação da coreografia: “A professora passou a música para a gente e nós fomos fazendo os passos junto com ela.”

O personagem vencedor do Módulo Inclusão Social desde a Infância foi a Vitória Régia, que representa o uso racional da água. Vencedora em 12 escolas, ela será a presidente do folclore em 2017. No Módulo Anos finais, o partido vencedor foi Esporte e Lazer e Integração, vencedor em 9 escolas, com 3.854 votos.

No Programa Políticos do Futuro foram diplomadas as chapas vencedoras. No Centro Educacional 01 do Cruzeiro, a campeã foi a Chatuba de Mesquita. No CED Lago, venceu a Chapa 3.

A professora de Cidadania da instituição de Assistência Social Casa Azul falou sobre o papel do programa para os jovens: “O projeto foi fundamental para que houvesse um movimento dos meninos para a questão da cidadania. Para eles terem um primeiro contato com o voto e saberem da importância da participação deles para eleger um partido.” Ela falou sobre a motivação dos alunos: “Eles ficam bastante empolgados com o voto, no sentido de eleger o partido que eles que acham que podem promover a melhoria. No caso da Casa Azul, como instituição social, eles esperam que venha a melhoria de acordo com aquilo que eles estão vivenciando todos os dias.”

Letícia Mariana Rodrigues Rolim (6), do Jardim de Infância 01, falou sobre a votação: “Eu votei na Iara e ela que venceu.” E explicou sua escolha:“Votei porque que ela defende as mulheres.”  Quando pedimos para a aluna falar sobre a importância de defender as mulheres, Letícia disse:  “Isso é muito importante. E, além disso, ela é muito bonita, ela é uma sereia.” Letícia contou que foi a primeira vez que ela entrou em um tribunal e falou sobre a experiência: “É muito, muito legal.” Kauane Aparecida Rodrigues (7) votou no Saci Pererê e explicou seu voto: “Porque ele defende os especiais e tem muita gente que tem preconceito por causa disso.”

Paulo Augusto Poncen (12), aluno do 7º ano do Colégio Soma, disse que as eleições superaram suas expectativas: “Foi uma experiência muito boa. Eu gostei muito e não esperava por tudo aquilo. Eu gostei muito e , quando a professora disse que nós viríamos de novo para o TRE, eu achei muito legal.”

A sessão foi encerrada com a entrega de uma homenagem ao ex-servidor do TRE-DF Célio Santos de Assunção, que atualmente é voluntário do órgão e atua como palestrante dos programas sociais do órgão. 

As fotos do evento já estão no perfil oficial do TRE_DF no Flickr. Clique aqui

Últimas notícias postadas

Recentes