Atenção, eleitor do DF: não é necessário fazer o recadastramento biométrico!

O recadastramento já foi realizado no Distrito Federal entre 25 de fevereiro de 2013 a 31 de março de 2014.

Plantão da biometria em Carpina e Lagoa do Carro

Recentemente, o TSE tem divulgado uma série de notícias sobre a inserção do sistema biométrico de coletas digitais em diversos estados do Brasil. Com isso, surgem dúvidas no eleitor do Distrito Federal acerca da necessidade de realizar um novo cadastro biométrico. Porém, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-DF), alerta que não é necessário fazer uma nova biometria, uma vez que o recadastramento já foi realizado no Distrito Federal.

O cadastramento no Distrito Federal ocorreu entre os dias 25 de fevereiro de 2013 a 31 de março de 2014. Durante o período da biometria, 1 mi 598 mil 983 eleitores foram recadastrados.  Além disso, 105 mil 598 pessoas tiraram seus títulos pela primeira vez, bem como  131 mil 704 realizaram transferências de domicílio eleitoral para o DF.

A biometria

A biometria é uma tecnologia que proporciona maior seguridade à identificação do eleitor na votação. Isso é possível porque o leitor biométrico que está acoplado à urna eletrônica compara o dado fornecido (a impressão digital) com o banco de dados existente. Assim,, é praticamente impossível  haver fraude na identificação do votante, já  que cada pessoa tem impressões digitais únicas. Um dos objetivos da biometria é atualizar o cadastro eleitoral, por meio da coleta de impressões digitais, registro fotográfico dos eleitores e revisão dos dados cadastrais.

Últimas notícias postadas

Recentes