5 de junho de 2013 - 18h45
Mais informações sobre o conteúdo Impressão
tredf coletivaok
Em coletiva, presidente do TRE-DF alerta eleitores sobre possibilidade de perderem o título

Presidente do TRE-DF alerta: “quem não se recadastrar terá o título cancelado”

Para agilizar o atendimento de eleitores que pretendem fazer o recadastramento, o Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal – TRE-DF – vai abrir os cartórios e postos eleitorais – das 8 às 14 horas - em dois sábados deste mês: 8 e 29.

O anúncio foi feito hoje, em entrevista, pelo Presidente do Tribunal, Desembargador Mario Machado, que aproveitou a oportunidade para alertar o eleitorado do DF: “Quem não fizer o recadastramento terá o título cancelado. Todos os que têm título de eleitor precisam se recadastrar”, disse o Presidente.

O Desembargador alertou, ainda, que, além do cancelamento do título, a falta do recadastramento implica outras conseqüências: impedimento para tirar passaporte, assumir cargos públicos, votar nas eleições gerais do ano que vem e se inscrever em instituições do ensino público.

Iniciado em 25 de fevereiro, o recadastramento biométrico já foi feito por 174 mil pessoas de um total de 1.861.622 eleitores. O prazo terminará em 31 de março de 2014.

O magistrado disse, ainda, que outra medida para beneficiar o eleitorado, já em prática, é a ampliação do horário de atendimento para o período da manhã. Desde o último dia 3, todos os cartórios e postos da Justiça Eleitoral do DF passaram a funcionar de segunda a sexta-feira, de 8 às 18 horas.

ATENDIMENTO

O Desembargador Mario Machado explicou que os servidores cedidos pelo Governo do Distrito Federal e pelo Exército participam dos trabalhos de recadastramento do eleitorado. Em julho, duzentos terceirizados irão se juntar ao atual contingente de 320 servidores ampliando o atendimento nos cartórios e postos eleitorais.

A revisão do eleitorado tem por meta atualizar o cadastro, decorrente de nova sistemática de identificação do eleitor, mediante a incorporação de dados biométricos. Nas eleições gerais do ano que vem, os eleitores do DF serão identificados pelas digitais para poder votar.

Para o Presidente do Tribunal, o novo procedimento amplia a segurança do sistema de votação, reduzindo a margem de possibilidade de fraudes, além de imprimir celeridade ao processo de identificação do eleitor.

O último recadastramento do eleitorado do Distrito Federal foi feito em 1986, quando ainda não havia o sistema biométrico.

COMO FAZER

O eleitor que for se recadastrar poderá realizar seu agendamento pela internet, a qualquer instante, acessando o site www.tre-df.jus.br ou, ainda, pelo número 3048.4000 de segunda a sexta-feira, das 8 às 18 horas.

Ao acessar o sistema, o eleitor pode escolher qualquer cartório ou posto da Justiça Eleitoral para ser atendido. Para facilitar o agendamento, ele deverá ter em mãos o número do título de eleitor.

Quem optar pelo agendamento por telefone deverá anotar a data, horário e o local em que será atendido, bem como o número do protocolo, necessário no dia do atendimento. Com uma ligação, ele pode agendar o atendimento para várias pessoas de sua família. Ele precisa apenas ter à mão o número do título de eleitor de cada familiar.

Por fim, o eleitor deve ficar atento ao dia em que deve comparecer ao Cartório, mas, caso não tenha condições de se apresentar na data ou horário agendados, é muito importante que cancele o agendamento pelo site do TRE-DF, para que outra pessoa possa preencher a vaga liberada.