13 de junho de 2013 - 20h22
Mais informações sobre o conteúdo Impressão
Parte do leitor e botões, branco, corrige e confirma.

TRE-DF bate os 250 mil atendimentos

Na tarde desta quinta-feira (13/6) o trabalho dos atendentes em cartórios e postos eleitorais da Justiça Eleitoral do Distrito Federal resultou na marca de 251 mil 199 atendimentos durante o processo de recadastramento eleitoral. Além disso, do total de 1 mil 861 mil 990 eleitores do DF que devem participar da atualização do cadastro – que agora inclui a coleta de dados biométricos - 218 mil 697 pessoas recadastradas já estão em dia com a Justiça Eleitoral. Com isso, 11,75% do eleitorado sujeito ao recadastramento passaram por uma das unidades de atendimento.

Como o recadastramento é obrigatório a todos os eleitores, e se não for realizado levará ao cancelamento do título, quem ainda não agendou o atendimento poderá fazê-lo acessando o site do TRE-DF ou pelo telefone 3048-4000. O serviço é gratuito. Os que ainda não procuraram a Justiça Eleitoral devem ter em mente que, além de não poderem votar nas Eleições Gerais de 2014, quando serão eleitos o futuro Presidente da República, Deputados Distritais, Deputados Federais, dentre outros cargos, estarão sujeitos a sanções como não poder tirar passaporte ou não tomar posse em cargo público.

Conforme alertou o presidente do Tribunal Regional do Distrito Federal, Desembargador Eleitoral Mario Machado, é importante que o agendamento seja feito o quanto antes. Isso porque, se os eleitores deixarem para se recadastrar nos últimos momentos, a Justiça Eleitoral, por maior que seja sua estrutura, não terá condições de dar vazão à demanda.

É importante, ainda, que aqueles que marcaram o atendimento, mas não tiverem condições de comparecer, comuniquem à Justiça Eleitoral pelo site do TRE-DF. A vaga será utilizada por outro eleitor.