Programa Eleitor do Futuro - Módulo Inclusão Social desde a Infância

Após a avaliação do trabalho desenvolvido no Módulo Anos Finais do Programa Eleitor do Futuro, foi constatado seu sucesso, bem como o retorno social imediato junto à comunidade, ao se estabelecerem, como partidos, os temas de políticas públicas voltados para a Segurança, Saúde, Educação, Lazer e Liberdade, coroados com a realização das eleições parametrizadas.
Verificou-se a necessidade de desenvolver um software especialmente projetado para atender crianças que se encontram na faixa etária de 04 a 09 anos (da pré-escola ao 5.º ano), ou seja, que estejam na educação infantil e, em parte, no ensino fundamental, devido ao interesse demonstrado por estes em conhecer e utilizar a urna. Todavia, esse novo trabalho não surge em detrimento do software convencional e do Módulo existentes, pois, ao contrário, eles se complementam.
Percebeu-se a possibilidade de utilização da ferramenta apropriada para entrar no universo infantil, que é a urna eletrônica. Assim como os jogos e os brinquedos, a urna promove a aprendizagem, pois articulará o conhecimento em relação à atualidade, despertado pela curiosidade.
Dessa forma, o TRE-DF aliou às principais necessidades sociais a tecnologia da urna eletrônica, que personifica cinco representantes do Folclore Brasileiro aos temas de preocupação universal. Os personagens são: Vitória Régia, Curupira, Iara/Sereia, Negrinho do Pastoreio e Saci Pererê.
A escolha de trabalhar com esses personagens fundamenta-se na facilidade que as crianças têm em reconhecê-los, pois permitem a assimilação de conhecimentos de forma lúdica e de fácil aceitação.
Por meio das Lendas Folclóricas pode-se vincular o trabalho com cinco questões sociais de extrema importância: a racionalização da água, a relação do homem com o meio ambiente, o papel da mulher na sociedade, o preconceito às diferenças e a inclusão do Portador de Necessidades Especiais na sociedade.
Assim, os professores de Educação Infantil trabalham com os alunos esses aspectos para, em seguida, a equipe do TRE-DF comparecer à escola, em dia e horário anteriormente combinados, para contar uma história por meio de fantoches e convidar os alunos para realizarem uma eleição parametrizada para Presidente do Folclore.
Estima-se que, desde 2006, quando o Projeto foi criado, o Programa já contou com a participação de mais de 50 mil crianças.

Nome: Programa Eleitor do Futuro

Inserido no Planejamento Estratégico do TRE-DF, dentro do tema Responsabilidade Socioambiental

Objetivo Estratégico: Promover a Cidadania

Macrodesafio: Fortalecer a Cidadania

Obra: Processo SEI/TRE-DF n.º 0006081-52.2016.6.07.8100

Objeto: Regular as relações entre a Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal - SEEDF e o Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal – TRE-DF, com vistas à implantação e ao desenvolvimento do Programa Eleitor do Futuro, que visa a inclusão social, política e econômica de crianças e jovens que estejam matriculados na pré-escola da educação infantil e no ensino fundamental (anos iniciais e finais) da rede pública de ensino do Distrito Federal, e despertar a consciência cívica, por meio de reflexões, num contexto social e interdisciplinar, acerca de seus direitos e da importância do desenvolvimento de políticas públicas para a educação e para o desenvolvimento da sociedade brasileira.

Vigência: 57 meses, contados de 19/04/2018

CNPJ dos convenentes: TRE-DF n.º 04.099.695/0001-61 e SEEDF n.º 00.394.676/0001-07