Produtividade do TREDF é destaque em matéria do CNJ

Leia a matéria completa.

Leia a matéria na íntegra.

Nesta quarta-feira (6), o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) publicou matéria que destaca o aumento da produtividade da Justiça Eleitoral no contexto de pandemia. O texto reforça que essa Justiça Especializada conquistou seu melhor Índice de Produtividade do Magistrado dos últimos 10 anos em 2020.

O dado está no relatório Justiça em Números 2021 (ano-base 2020), levantamento elaborado e divulgado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que apresenta à sociedade um panorama atualizado do Judiciário brasileiro. Apesar do contexto de pandemia do Novo Coronavírus, o índice ficou em 239 processos baixados por magistrado, número 44% maior do que o registrado em 2016.

Em entrevista ao CNJ, o Presidente do TREDF, Desembargador Humberto Adjuto Ulhôa, destacou que a maior facilidade de acesso, devido ao PJe, repercutiu no aumento da demanda, e acrescentou: “Outra questão que também merece atenção foi a mudança repentina da rotina de trabalho imposta pela pandemia. O trabalho presencial teve que ser convertido em trabalho remoto, o que certamente impactou no volume de trabalho dos magistrados”.

A publicação do CNJ destacou que os tribunais eleitorais de Roraima e do Distrito Federal foram os únicos a registrar Índice de Atendimento à Demanda (IAD) – que mede a relação entre o número de processos baixados e o número de casos novos apresentados no mesmo período -, acima de 100%, ou seja, resolveram mais processos do que receberam.

Na matéria, o Presidente Humberto Ulhôa reforçou que o TRE-DF se preparou e desenvolveu políticas para atingir este objetivo: “Uma das prioridades foi a melhora na performance de julgamentos da Corte. A Administração Superior investiu na designação de servidores para atuação no suporte direto aos magistrados, tanto na primeira quanto na segunda instância. Outro aspecto foi o trabalho de sensibilização junto aos magistrados a fim de que priorizassem a tramitação e o julgamento dos processos sob suas responsabilidades”.

A respeito do cenário atual, o Presidente do TRE-DF avaliou que a justiça como um todo sai fortalecida depois do primeiro ano da crise sanitária provocada pela Covid-19: “A Justiça Eleitoral superou muito bem os percalços advindos da pandemia. Conseguiu apresentar soluções que facilitaram a vida dos cidadãos como, por exemplo, o aperfeiçoamento do e-título, a implantação do PJe, do Balcão Virtual e do atendimento on-line aos eleitores”.

Para ler a matéria publicada pelo CNJ na íntegra, acesse: https://www.cnj.jus.br/mesmo-com-a-pandemia-justica-eleitoral-apresenta-melhor-produtividade-em-10-anos/

Últimas notícias postadas

Recentes